download (2)O candidato derrotado à Presidência da República pelo PT e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, virou réu nesta segunda-feira por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Esta é a primeira vez que Haddad se torna réu em uma ação criminal. A Justiça de São Paulo recebeu a denúncia do Ministério Público, que o acusa de receber 2 milhões e 600 mil reais da UTC para saldar dívidas de campanha.

A investigação do Ministério Público se baseia no depoimento do  empresário Ricardo Pessoa, sócio da empreiteira UTC, em delação premiada. Pessoa afirma que contribuiu para saldar dívidas na campanha de Haddad à prefeitura paulistana em 2012.

Haddad nega as acusações.  Em nota oficial, o ex prefeito afirma que não há provas. De acordo com ele, o empresário “teve seus interesses contrariados” enquanto ele estava na Prefeitura de São Paulo. Segundo ele, “trata-se de abuso que será levado aos tribunais”

fonte:radioagencianacional.ebc.com.br