As ruas 3, 7 e 23 do Setor Central de Goiânia vão ter suas histórias resgatadas com o lançamento de dois livros na próxima quinta-feira (6/dez), às 20h00 no salão Dona Gercina Borges, do Palácio das Esmeraldas. As obras, de vários autores expoentes da literatura goiana, dão sequência ao projeto iniciado em dezembro do ano passado com livro histórico sobre a Alameda dos Buritis, de Narcisa Abreu Cordeiro e Rogério Arédio Ferreira.

Desta vez, Narcisa e Arédio estão acompanhados de Raquel Teixeira, Ubirajara Galli, Carol Pires e Maria Abadia Silva, no livro Rua 7, Centro, Além dos seus Sete Sobrados, contando histórias acontecidas nas décadas de 1940 e 1950. A outra obra é Ruas 3 e 23, Centro, Moradores Pioneiros, em que Ubirajara Galli também é autor, juntamente com Alba Dayrell e Carlos Leopoldo Dayrell.

Rogério Arédio foi morador da Rua 7, a exemplo de Raquel Teixeira. Ele conta que além da memória, os autores resgataram como era a região no início da nova capital com muita pesquisa e bate papos com antigos vizinhos. “A rua era muito conhecida por seus sete sobrados, que se destacavam naquela época de poucas residências”, relembra o escritor.

No outro livro histórico, as retratadas são as ruas 3 e 23. Segundo Alba Lucinia Dayrell, que atualmente preside a Academia Feminina de Letras e Artes de Goiás (Aflag), pouco se sabe como era a vida no centro, primeira área residencial ocupada na nova cidade. “A ideia é documentar os hábitos e ações dos moradores dessa região nas primeiras décadas de sua existência”, afirma.

O projeto editorial das obras sobre as ruas centrais de Goiânia – sugestão da coautora de um dos livros, Narcisa Abreu Cordeiro, com o apoio institucional da Aflag – restaura, literariamente, o núcleo urbano histórico goianiense, do humano e de suas construções, materializando e revelando quem eram esses moradores e a participação deles no processo civilizatório de Goiânia.

Além da Aflag, o projeto tem o apoio do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás e da União Brasileira de Escritores, Seção de Goiás.

FONTE: Assessoria Permanente de Comunicação