unnamed (1)Com sentimento de gratidão e demonstrando atenção aos desafios da administração pública, o conselheiro Celmar Rech tomou posse no cargo de presidente do Tribunal de Contas do Estado de Goiás em solenidade realizada ontem a tarde (5/dez). Juntamente com o vice-presidente eleito Saulo Mesquita e o corregedor geral eleito Helder Valin, Rech compõe a mesa diretora do TCE-GO para o biênio 2019/2020. Na cerimônia, estiveram presentes o atual governador do Estado de Goiás, José Eliton, e o senador da República e governador eleito Ronaldo Caiado.

Além dos nomes já citados e dos demais conselheiros da Corte, compuseram a mesa do Plenário o deputado estadual e vice governador eleito Lincoln Tejota, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Vitti, o desembargador Itamar de Lima, representando o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, o procurador geral de Justiça Benedito Torres, do Ministério Público estadual, , o presidente do Tribunal de Contas dos Municípios, conselheiro Joaquim de Castro, e o procurador geral de contas Fernando Carneiro, representando o MP de Contas junto ao TCE-GO.

A sessão foi aberta com apresentação do Coral do TCE-GO, interpretando o Hino Nacional. Em seguida, os coristas cantaram as canções Pialo de Sangue, do compositor gaúcho Raul Ellwanger, em homenagem ao Estado natal do presidente eleito. O Coral encerrando a apresentação com a canção Balada Goiana, em referência às raízes do conselheiro Kennedy Trindade, presidente do Tribunal no último biênio.

Em discurso, Kennedy Trindade destacou o empenho da equipe que liderou durante sua gestão, mostrando-se grato e alegre pelos avanços de todas as unidades e pelo respeito conquistado pelo Controle Externo goiano nos últimos anos, reconhecendo o legado de seus antecessores. O conselheiro também homenageou as servidoras Ana Maria, que se aposentou nessa semana, e Selva Cavalcanti, que faleceu em outubro. Ao final, Trindade comandou o juramento dos pares empossados.

Após a leitura do termo de posse, o conselheiro Sebastião Tejota, decano da Corte, discursou destacando as mudanças da cultura política da sociedade brasileira, que clama por uma gestão eficiente e honesta, e ressaltando o currículo e trajetória dos novos integrantes da mesa diretora do Tribunal de Contas goiano.

Encerrando a cerimônia, o conselheiro Celmar Rech, já empossado presidente da casa, discursou com gratidão à confiança demonstrada por seus pares, colegas dos tempos de conselheiro substituto, sua equipe de trabalho, amigos e familiares. “Aos servidores desta casa conclamo que deem o seu melhor, não meçam esforços em apresentar trabalhos que façam desta Corte cada vez mais atuante” – acrescentou.

Em seguida, Rech alertou para a necessidade do Estado brasileiro priorizar uma administração competente, eficaz e eficiente, capaz de promover benefício reais à sociedade. “A contabilidade pública é a ciência capaz de gerar os relatórios gerenciais e fiscais que mostrem efetivamente a situação do ente estatal. Portanto, temos que ser intransigentes com a contabilidade criativa e com os déficits financeiros”, concluiu.

GOVERNADOR ELEITO – O senador Ronaldo Caiado, que toma posse como governador do Estado de Goiás em janeiro de 2019, afirmou antes da solenidade que estará em contato com o Tribunal desde o começo da gestão para se adequar às regras. “É fundamental recuperarmos o Estado, encaixá-lo dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal, mas neste momento em que estamos vivendo eu tenho lutado muito e vou depender do TCE-GO para que Goiás seja incluído dentro do Regime de Recuperação Fiscal. Sem dúvida nenhuma o Tribunal de Contas e a Assembleia Legislativa serão fatores determinantes”.

fonte: Assessoria de Comunicação Social  TCE-Goiás