Paciente com equipe do hospital e familiaresBuscando uma melhora no quadro emocional do paciente Rodrigo Moreira, o HUGOL – Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira, da SES – Governo de Goiás, proporcionou a visita de suas “filhas”, as cadelas Pretinha, Pequena e Princesa.
“Senti muita falta das minhas filhas, que são minha alegria. Não importa o quanto meu dia tenha sido difícil, quando estou próximo das minhas cadelinhas, tudo passa. Quando soube que iria vê-las, fiquei muito ansioso, chegando a contar os minutos no relógio antes da chegada delas aqui no hospital. Agora, após esse encontro, parece que ganhei um novo sopro de vida”, relatou o paciente Rodrigo, que passou 46 dias internado no hospital.
Como não é instituída a visita de animais dentro do hospital, a partir da análise do Serviço de Controle de Infecção Relacionada à Assistência à Saúde – SCIrAS do HUGOL, o encontro foi organizado na área externa da unidade, com monitoramento multidisciplinar, além da validação e acompanhamento do SCIrAS, medidas como banho realizado anteriormente a visita, avaliação de cartão de vacinas e verificação comportamental dos cachorros foram adotadas. “Todo o fluxo de como seria realizada essa ação foi previamente discutido, desde a chegada dos animais ao local e momento do encontro, atendendo todas as medidas pertinentes”, explica o médico infectologista e Gerente de Atendimento ao Paciente no HUGOL, Guillermo Sócrates.
De acordo com a psicóloga hospitalar, Luciana Mendonça, “esse tipo de visita não é um procedimento padrão do hospital e foi realizada pois o paciente estava com um longo período de hospitalização, e quando solicitou a visita de suas cadelinhas, atuamos para que esse encontro fosse possível. O foco foi sua melhora emocional, o que consequentemente pode gerar uma evolução positiva no quadro físico”.