Depois de dois meses em queda, dólar fecha novembro em alta de 3,58%

O índice B3, da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), renovou o patamar de recorde histórico ultrapassando hoje a casa dos 90 mil pontos. O pregão desta sexta-feira (30) registrou máxima de 90.245 pontos, com fechamento no fim do dia com 89.504 pontos, queda de 0,23%.

As ações da Petrobras e da Vale fecharam em alta, com 1,15% e 1,54%, respectivamente.

O dólar norte-americano fechou o mês de novembro com valorização de 3,58%, após registrar queda nos últimos dois meses. Nesta sexta, o dólar comercial fechou cotado a R$ 3,858 para venda, com alta de 0,04%

O Banco Central realizou, durante a semana, leilões extraordinários de venda futura da moeda, com compromisso de recompra (os chamados leilões de linha). A ação procurou segurar o aumento da cotação, que, no início desta semana, ultrapassou R$ 3,90. Mesmo com os leilões de linha, a moeda acumulou alta de 0,88% na semana.

FONTE: Agência Brasil

Câmara de Goiânia aprovado projeto que visa assegurar infância sem pornografia

image_miniFoi aprovado na última semana, na Câmara, projeto de lei de autoria do vereador Emilson Pereira (Podemos) instituindo políticas públicas a respeito da infância sem pornografia no âmbito dos serviços públicos e atividades municipais. “O presente projeto de lei tem por objetivo contribuir para a formação dos menores e evitar a exposição de crianças e adolescentes a conteúdo pornográfico, obsceno ou impróprio, bem como a material que induza à erotização precoce”, justifica o parlamentar.

De acordo com o projeto aprovado, deverá ser estabelecida a criação de mecanismos de divulgação de faixa etária nos eventos culturais públicos municipais ou dos quais o Município faça parte. Os serviços públicos, agentes públicos e os eventos culturais patrocinados pelo poder público municipal deverão também respeitar as leis federais que proíbem a divulgação ou acesso de crianças e adolescentes a imagens, músicas, apresentações, exposições ou textos pornográficos ou obscenos, “assim como garantir proteção, face a conteúdos impróprios, ao seu desenvolvimento psicológico”.

Nesse sentido, fazem parte da lista qualquer material impresso, sonoro, audiovisual ou imagem, apresentado, entregue ou colocado ao acesso de crianças e adolescentes, além de folders, outdoors ou qualquer outra forma de divulgação em local público ou evento autorizado ou patrocinado pelo poder público municipal, inclusive mídias ou redes sociais. O projeto de Emilson Pereira considera pornográfico ou obsceno áudio, vídeo, imagem, desenho ou texto escrito ou lido cujo conteúdo descreva ou contenha palavrões, imagem erótica, de relação sexual ou ato libidinoso.

A matéria aprovada sugere a instituição, em nível municipal, da Classificação Indicativa de normas brasileiras para indicação de eventos e exposições de infância sem pornografia. Propõe, ainda, o desenvolvimento de ações preventivas por meio da divulgação de publicação impressa, bem como no sítio eletrônico do evento ou ação do Município em questão ou em que o evento ou ação forem mencionados.

fonte: http://www.goiania.go.leg.br

 

Justiça condena donos de fazenda a pagar R$ 400 mil por manter carvoeiro em situação de escravidão em Goiás

  downloaddownloadO juiz titular da Vara do Trabalho de São Luís de Montes Belos, Platon Teixeira Neto, condenou um grupo familiar, dono de fazendas, a pagar indenização por danos morais a carvoeiro que vivia sob condições degradantes de trabalho. O trabalhador, junto com sua família, foi resgatado em operação da polícia civil e militar e receberá verbas trabalhistas pela atividade de carvoeiro realizada durante cinco anos em condições análogas à escravidão, além de indenização por danos morais no valor de R$ 161,8 mil. O valor total da condenação foi arbitrado em R$ 400 mil.

Na decisão, o magistrado, ao analisar as provas colhidas no processo, inicialmente reconheceu o vínculo empregatício entre o trabalhador e três integrantes do mesmo grupo familiar, que possuem fazendas na região de Piranhas, no interior de Goiás. O reclamante atuou por cinco anos, conforme reconhecido na sentença, na carvoaria de uma das propriedades dos reclamados em jornada que excedia 10 horas diárias, sem comprovação de pagamento de salários, e em condições precárias de moradia, alimentação e higiene.

A defesa negou a existência de qualquer relação de emprego com o trabalhador e argumentou que ele laborava por produção em sistema de parceria. No entanto, diante das provas produzidas, tornou-se incontroversa a existência de da relação jurídica entre ambos.

Segundo consta da sentença, um dos reclamados reconheceu a veracidade das informações prestadas em depoimento realizado nos autos de inquérito civil instaurado pelo Ministério Público do Trabalho, de que o carvoeiro vivia com sua família em um barracão de palha, de um cômodo só, sem banheiro, sem água filtrada, devendo realizar suas necessidades fisiológicas no mato, tendo para comer apenas arroz, feijão e macarrão comprados pelo empregador e descontados do salário. “O trabalho executado em condições degradantes trata-se de trabalho indecente que implica violação ao patamar mínimo civilizatório, expondo o empregado à situação vexatória, atingindo frontalmente a dignidade e o respeito que todo ser humano possui”, afirmou na decisão Platon Neto.

Dano moral

Ao reconhecer a existência do dano moral à dignidade do trabalhador, o juiz, inicialmente, declarou

incidentalmente, em sede de controle difuso, a inconstitucionalidade do sistema de tarifamento do dano moral estabelecido pelo art. 223-G, §1º da nova CLT. Segundo ele, é dever do juiz afastar normas que vão de encontro à Constituição Federal que, por sua vez, assegura a ampla reparação pelo dano sofrido. O dispositivo referido prevê que o valor da indenização deve ter como base de cálculo o salário do trabalhador. “Ao se vincular a remuneração do ofendido como forma de se tarifar o valor indenizatório, termina-se por infringir os mais comezinhos princípios do direito, dentre eles o da igualdade e da vedação do tratamento discriminatório”, afirmou o magistrado.

Por fim, reconheceu que a prestação de serviços pelo trabalhador favoreceu a todos os reclamados, configurando a existência de grupo familiar já que havia elo entre as atividades exploradas e a obtenção de benefícios, condenando a todos, solidariamente, pelo pagamento das obrigações deferidas.

Da sentença, cabe recurso.

Fonte: Imprensa TRT – 18ª Região (GO)

George H.W. Bush, ex-presidente dos EUA morre, aos 94 anos.

xgeorge-hw-bush-hospitalizedglobo.jpg.pagespeed.ic.njqWi0WcjRO ex-presidente dos Estados Unidos George H.W. Bush, que governou de 1989 a 1993, durante o final da Guerra Fria, e venceu a primeira Guerra do Golfo, morreu na noite de sexta-feira (30) aos 94 anos.

Após o anúncio de sua morte, homenagens começaram a se multiplicar para este herói de guerra condecorado e ex-diretor da CIA, que viu seu filho George seguir seus passos e chegar à Casa Branca.

A morte de Bush ocorreu poucos meses após o falecimento de sua esposa Barbara Bush, com quem foi casado por 73 anos. Eles tiveram cinco filhos e 17 netos.

“A Jeb, Neil, Marvin, e Doro me entristece anunciar que depois de 94 anos extraordinários, o nosso amado pai faleceu”, declarou o seu filho, o também ex-presidente George W. Bush, em um comunicado publicado no Twitter por um porta-voz da família.

“Jeb, Neil, Marvin, Doro e eu anunciamos com tristeza que, depois de 94 anos extraordinários, nosso querido pai morreu. George H. W. Bush era um homem do mais alto nível e o melhor pai que um filho ou filha poderia pedir. Toda a família Bush é profundamente grata por sua vida e amor, pela compaixão daqueles que se preocuparam e oraram pelo papai, e pelas condolências dos amigos”, diz o texto.

George Herbert Walker Bush nasceu em Milton, Massachusetts, em 12 de junho de 1924. Pouco depois sua família, que era muito rica, se mudou para o subúrbio de Nova York, onde ele foi criado. Bush estudou em escolas privadas, foi líder estudantil e, após se formar no ensino médio, se alistou no exército para servir na II Guerra Mundial.

Aos 18 anos, tornou-se um dos mais jovens pilotos da história do país e serviu em 58 missões. Em uma delas, foi abatido foi abatido por japoneses e teve que ser resgatado das águas do Pacífico por um submarino dos EUA. Bush chegou ao cargo de tenente antes de ser liberado com o fim da guerra. Ele era o mais velho ex-presidente vivo dos Estados Unidos. Seu filho, George W. Bush, também seguiu carreira política e foi eleito presidente dos EUA entre os anos de 2001 e 2009.

Também nas redes sociais, o atual presidente dos EUA, Donald Trump, homenageou Bush ao destacar a carreira do republicano: “Melania e eu nos unimos à nação para chorar a perda do ex-presidente. Com sua essencial autenticidade, o presidente Bush inspirou gerações de compatriotas americanos”, postou Trump em seu perfil no Twitter.

fonte: extra.globo.com

Ação Solidária movimenta Parque Marcos Veiga Jardim

O Parque Marcos Veiga Jardim, em Goiânia, administrado pela Agetop, será palco da primeira edição do Mais Saúde por 2kg, evento beneficente que incentiva a prática da atividade física e os cuidados com a saúde. Na ação solidária, o público terá acesso a aulas de treinamento funcional e orientações sobre emagrecimento e nutrição, a partir das 16 horas, deste sábado, dia 1º. Para participar basta doar dois quilos de alimentos não perecíveis.

Para combater o sedentarismo, haverá Treinamento Funcional, Caminhada e Alongamento oferecidos pela Flex Fitness Center, considerada uma das melhores academias de Goiânia. Com orientação de professores especializados, os participantes executarão exercícios funcionais que se baseiam nos movimentos do cotidiano como correr, pular e agachar. São atividades que contribuem para melhorar o movimento, resistência, flexibilidade, postura e força do corpo. Também haverá Aulão Funcional Kids para estimular a atividade física entre o público infantil.

A programação terá ainda Gincana, Corrida, Assessoria Esportiva e a presença de especialistas em Nutrição e Emagrecimento em Workshops sobre alimentação saudável, dietas e programas para perda de peso. Além disso, os visitantes receberão dicas de Estética.

Para quem tem vontade de se aventurar nos esportes radicais, será oferecida Aula de Skate para todas as idades, na pista do Parque. A animação do evento ficará por conta do Dj Luiz Mauro. Na área de alimentação, além dos quiosques instalados no espaço, haverá Food Truck para o público se deliciar com diversos tipos de comida.

Organizado pela administração do Parque Marcos Veiga Jardim, em parceria com a Flex Fitness Center e a empresa de produções Priscilla Careli, o Mais Saúde por 2kg foi idealizado por pessoas que se uniram com a proposta de realizar um evento para promover o bem e ajudar o próximo. Os alimentos arrecadados serão doados para o Abrigo de Idosos Comendador Walmor, em Aparecida de Goiânia.

Bazar faz da moda um instrumento solidário

  natal agodao - 13.11.2018A campanha Natal de Algodão entra em sua terceira fase e promove, de 3 a 7 de dezembro, um bazar beneficente com peças de vestuário doadas. São peças novas e seminovas, além de outras que passaram por um processo de ajuste e personalização. O evento vai ocorrer no Clube de Costura, em Goiânia. Os recursos obtidos com a venda das peças servirão para comprar alimentos para o jantar a pessoas em situação de rua. O jantar será promovido com voluntários da Casa Irmã Dulce que vão distribuir os alimentos no dia 10 de dezembro, com foco na região da Rua 44, um dos lugares com maior concentração de pessoas em situação de rua na cidade de Goiânia.

Oficina de conserto e personalização de roupas2Os reparos e personalizações das peças ocorreram durante duas oficinas de moda promovidas pelo Clube de Costura, nos dias 27 e 28 de novembro. As oficinas envolveram dicas sobre tecidos, modelos e técnicas de costura, com a intenção de mostrar o que pode ser feito em cada tipo de peça e quais materiais são recomendados. As opções de transformação são infinitas. Empresas e estilistas também embarcaram na campanha e doaram peças de suas mais novas coleções. Destaque para as marcas Estyllus Denim Design e Revolução Moda Feminina, além do estilista Riusley Figueiredo, especialista em jeans.

A previsão é comercializar as peças personalizadas a preços acessíveis e reunir recursos suficientes para alimentar mais de 300 pessoas que vivem em situação de rua na capital goiana. O Natal de Algodão é promovido pela Associação Goiana dos Produtores de Algodão (Agopa), em parceria com o Sebrae, Clube de Costura e a Casa Irmã Dulce.

Artista assina a campanha

Para somar forças na conscientização sobre a importância de ajudar ao próximo e sobre o reuso dos produtos de moda, o jovem artista goiano Hector Angelo foi convidado para assinar a camiseta oficial da campanha Natal de Algodão. Conforme o artista, a obra Anjo Algodão surge para trazer alimento e conforto às pessoas em situação de rua.

“O conceito é representar um anjo fora do convencional. Os cabelos de algodão e as folhas representando as asas. O prato é a bondade, a solidariedade com quem mais precisa”, conta o artista. Hector Angelo tem 16 anos de idade vem se destacando nas artes e na literatura desde os sete anos, quando lançou seu primeiro livro. No ano passado, uma de suas obras – Lápis sobre papel, da coletânea Eu sou a dor, foi selecionada para participar da Semana de Arte de Paris-França, no Art Fair Show, evento realizado no Museu do Louvre. A tela representava a dor daqueles que sofrem preconceitos como racismo, homofobia e gordofobia.

A camiseta oficial da campanha que leva a arte assinada pelo artista também será comercializada no bazar em poucas unidades por um valor simbólico.

Irmã Dulce

Idealizado pelo casal “Prestes e Nice”, a Casa Irmã Dulce realiza há mais de 9 anos a atividade de levar alimentos, roupas e agasalhos a pessoas em situação de rua na cidade de Goiânia. Todas as segundas-feiras são oferecidas aproximadamente 300 refeições e a casa se mantém com a ajuda e doações de voluntários, pessoas que se juntam para ajudar o próximo. “Nosso lema é não prejulgar e nem justificar os porquês de aquela pessoa estar e se manter na rua. Queremos apenas ajudar para que tenha dias melhores e encontramos nos bazares de moda uma forma de conseguirmos dinheiro para a compra de alimentos”, comenta Fernanda Mio, uma das voluntárias da casa e que também dedica parte de seu tempo na articulação de pessoas e parceiros que venham somar com a instituição.

Serviço

Datas e horários:

03 a 07/11 – 2ª a 6ª feira, das 09h às 19h

08/11 – Sábado, das 09h às 13h

Endereço

Clube de Costura:

Rua 67-B, nº 165 – Setor Norte Ferroviário

Mega Moda Shopping – Estacionamento G3

Prorrogado prazo de vacinação contra aftosa

Aftosa2-710x440

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) vai prorrogar até 10 de dezembro a segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa, nos Estados do Acre, Mato Grosso, Maranhão, Paraná, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e no Ceará. No Amazonas a prorrogação se estenderá até 14 de dezembro. O calendário nacional de vacinação previa inicialmente que a imunização encerraria ontem sexta-feira (30), na maior parte do país.

Nesses estados que irão ampliar o prazo da campanha, foram registradas duas situações frequentes: falta de vacina, pois as revendas de produtos agropecuários adquiriram estoques menores, devido às mudanças na dosagem da vacina previstas para o próximo ano, e por problemas nos sistemas informatizados de controle oficial dos estados.

O Paraná, por exemplo, recebeu quantidade de doses de vacina abaixo da necessidade do rebanho. A  previsão era aplicar 10 milhões de doses e as revendas do produto fizeram estoque de apenas 8,3 milhões de unidades. O Rio Grande do Sul informou que faltam vacinas principalmente nas regionais de Erechim, Ijuí e Passo Fundo. Já o Maranhão enfrenta focos de incêndio, que dificultam acessos a propriedades, além de problemas no sistema informatizado.

No Amazonas, o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável (Idam) informou que possuí 1,3 milhão de doses, suficientes para a imunização do rebanho. Mas as autoridades sanitárias do estado alegam que precisam de mais tempo para a distribuição das vacinas.

Conforme estimativas da Divisão de Febre Aftosa (Difa) do Mapa, neste ano, devem ser utilizadas 337.713.800 doses de vacinas; em 2019, serão 308.235.501; em 2020, 269.395.197; em 2021, 155.118.834. Com a redução do uso da vacina, a partir de 2019, a economia será de R$ 44 milhões; em 2020, de R$ 102 milhões; em 2021, de R$ 274 milhões e, em 2022, de R$ 506 milhões, alcançando quase R$ 1 bilhão, sem contabilizar os gastos com o manejo envolvido na vacinação (mão de obra, cadeia de frio, transporte e outros).

A redução do uso se deve à programação de retirada gradual da vacina, o que está previsto no Plano Nacional de Erradicação de Febre Aftosa (PNEFA).

fonte: Imprensa Mapa