Michelle Obama passou Hillary Clinton e foi eleita a mulher mais admirada dos Estados Unidos, conforme uma pesquisa divulgada pelo Instituto Gallup.

A esposa do ex-presidente Barack Obama, que tinha ficado na segunda posição desta lista anual em três ocasiões, foi escolhida pelos americanos como a mulher mais prezada do país em 2018.

Hillary Clinton, que foi a candidata democrata às eleições presidenciais de 2016 e que por 17 anos ocupou o topo do ranking, caiu para o terceiro lugar, após ser superada também pela popular apresentadora de televisão Oprah Winfrey. A atual primeira-dama, Melania Trump, ficou na quarta posição da classificação elaborada pelo Gallup.

Entre as dez primeiras classificadas também estão mulheres como a rainha Elizabeth II; a chanceler da Alemanha, Angela Merkel; e a ex-embaixadora dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas Nikki Haley.

O mesmo instituto também fez o levantamento dos homens mais admirados nos Estados Unidos. Obama ficou com o primeiro lugar pelo 11ª vez seguida, na frente de Donald Trump, que ocupa a segunda posição. O papa Francisco, Bill Gates e Elon Musk são outros nomes que completam a lista dos dez homens mais respeitados do país.

FONTE: Agência EFE