O Hospital São Cottolengo suspendeu os atendimentos a partir desta segunda-feira (1º) por falta de repasses do governo de Goiás. A unidade de saúde, que fica em Trindade, Região Metropolitana de Goiânia, atende 330 pessoas com deficiências e em situação de vulnerabilidade social. Segundo a administração, o problema começou em setembro do ano passado e a dívida chega a R$ 10 milhões.

O secretário Estadual de Saúde, Ismael Alexandrino Junior, disse que já existe uma previsão de repasses para a unidade, que devem ocorrer ainda neste mês. “O repasse federal vai ser em torno de R$ 2 milhões. A previsão é para chegue até o dia 10 de fevereiro”, diz.

Saiba mais em:https://www.google.com/amp/s/g1.globo.com/google/amp/go/goias/noticia/2019/02/01/atendimentos-na-vila-sao-cottolengo-sao-suspensos-por-falta-de-repasses-do-estado-em-trindade.ghtml

Fonte: G1