As declarações feitas pelo secretário de Governo, Ernesto Roller, em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira, 4, estão dando o que falar. Roller indicou o fim do programa Goiás na Frente, disse que o convênio foi apenas jogada de marketing e que gestão anterior entregou “cheque sem fundo” aos municípios.

Diante da repercussão das acusações, os ex-governadores Marconi Perillo e José Eliton, ambos do PSDB, emitiram nota detalhando o funcionamento do programa.

No texto, Marconi e Eliton garantem que até dezembro último, 224 municípios goianos assinaram 375 convênios que correspondem a R$ 513,9 milhões em documentos assinados e a R$ 166,1 milhões em 903 parcelas pagas aos municípios.

Saiba mais em: https://www.jornalopcao.com.br/ultimas-noticias/marconi-e-jose-eliton-dizem-que-pagaram-r-1661-milhoes-em-903-parcelas-do-goias-na-frente-162572/

Fonte: Jornal Opção