O acidente em que morreu o jornalista Ricardo Boechat também vitimou o piloto Ronaldo Quatrucci, de 56 anos. Pai de dois filhos, ele era dono da empresa “RQ Serviços Aéreos Especializados Ltda” e prestava serviços com o helicóptero que caiu nesta segunda-feira, em São Paulo. Em nota, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) declarou que tanto as autorizações da aeronave quanto as licenças do piloto estavam regulares.

Amigo de longa data, o piloto Gideão Matias, de 44 anos, cursou com Quattrucci as aulas de aviação no Aeroclube de São Paulo em 1998. Matias contou que o colega costumava dar conselhos e se preocupar com os amigos.

– Eu estou arrasado. Ronaldo era uma pessoa excepcional, não tem como falar nada de ruim dele. Um cara de bom caráter, do bem, que ajudou muita gente. Gostávamos demais dele, que, além de amigo, era um conselheiro. Infelizmente, aconteceu o que aconteceu – lamentou.

Saiba mais em: https://www.google.com/amp/s/extra.globo.com/noticias/brasil/piloto-morto-em-acidente-com-boechat-era-extremamente-cuidadoso-diz-amigo-do-curso-de-aviacao-23444938.html%3fversao=amp

Fonte: Globo