Todos os posts de Lucas Ribeiro

Casal ‘Bonnie e Clyde do Cerrado’ é preso suspeito de mais de 20 roubos na Grande Goiânia

A Polícia Civil prendeu um casal de namorados suspeitos de mais de 20 roubos em Goiânia Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital. A corporação afirmou que eles eram conhecidos como “Bonnie e Clyde do Cerrado”, casal de criminosos norte-americanos da década de 1930, cuja história ficou famosa e virou filme.

O casal Marcos Vinicius Sousa Gama e Gessica Campos de Morais, ambos de 22 anos, foi preso na quarta-feira (22), em Aparecida de Goiânia. Ele foi detido em uma oficina mecânica, e a jovem, na casa de um parente.

Durante a apresentação à imprensa, nesta quinta-feira (23), o casal preferiu ficar em silêncio. O G1 tenta localizar a defesa deles.

O delegado Caros Levergger, responsável pelo caso, explica que, durante os crimes, eles eram agressivos com as vítimas e já chegaram, inclusive, a agredir crianças que choravam com coronhadas.

“Eles rendiam a família na porta quando estavam chegando ou saindo de casa, sempre armados. O homem dava coronhadas nas vítimas, até em crianças. Eles também prendiam os moradores em algum cômodo da casa e levavam quase tudo. De carros até panelas, talheres e eletrodomésticos”, afirmou.

Para realizar a prisão, explica do delegado, os policiais tiveram de ficar três dias de campana. Durante a detenção, veículos e vários objetos foram apreendidos.

“Eles estavam ficando em uma casa no Setor Morada dos Sonhos, onde achamos dois carros roubadas, seis celulares, vários documentos das vítimas, fritadeira e muitos objetos domésticos”, completou.

Veja mais em:https://g1.globo.com/go/goias/noticia/2019/05/23/casal-bonnie-e-clayde-do-cerrado-e-preso-suspeito-de-mais-de-20-roubos-na-grande-goiania.ghtml

Grupo Globo e Palmeiras chegam a acordo para transmissão de jogos no Campeonato Brasileiro

Grupo Globo e Palmeiras chegaram a um acordo para a transmissão de jogos do alviverde paulista no Campeonato Brasileiro 2019. A parceria começa a valer a partir da sexta rodada, com exibição das partidas do Palmeiras na TV aberta, no Premiere e no GloboEsporte.com. O contrato é de seis anos.

Com o acordo, os jogadores do Palmeiras passam a fazer parte do Cartola FC, o fantasy game do Grupo Globo. Os atletas do Verdão ficarão disponíveis na plataforma ainda nesta quinta-feira. Clique aqui e confira os preços de cada um!

O primeiro jogo do novo contrato será diante do Botafogo, sábado, às 16h, em Brasília, com transmissão do Premiere para todo o Brasil.

Veja abaixo a nota oficial do Grupo Globo:

“Globo e Palmeiras finalizaram a negociação para transmissão, na TV aberta, no Premiere e na internet, dos jogos da equipe no Campeonato Brasileiro. Portanto, neste sábado, dia 25, já haverá transmissão de Botafogo x Palmeiras, às 16h, para assinantes do Premiere.

A negociação foi considerada satisfatória para as duas partes e seguiu em linha com o novo modelo de remuneração dos direitos de transmissão, que fortalece ainda mais os clubes e o futebol brasileiro, sempre respeitando as condições de mercado. O contrato é válido para o período de 2019 a 2024 e segue o novo modelo, aplicado para os demais clubes. Do total da cota de TV, 40% serão divididos igualmente entre os 20 participantes, 30% serão destinados à premiação para os 16 primeiros colocados e 30% serão distribuídos pelo volume de jogos exibidos na TV aberta.

Agora com todos os times, as transmissões do campeonato, acompanhadas de uma cobertura do tamanho da paixão do brasileiro pelo futebol, reforçam o compromisso do Esporte, transversal a todas as plataformas Globo, com esse sentimento. Em todas as telas, todos os clubes, todas as cores, todas as paixões.”

Veja abaixo a nota do Palmeiras assinada pelo presidente Maurício Galiotte:

“Informo aos nossos milhões de torcedores que entramos em acordo com a TV Globo sobre os direitos de transmissão para tv aberta e pay per view em relação ao Campeonato Brasileiro.

Tivemos os nossos pleitos atendidos a contento e assinamos um contrato com duração de seis anos.

Quero agradecer ao torcedor palmeirense, que compreendeu a importância de todo esse processo e esteve sempre ao nosso lado durante a negociação, sendo fundamental e determinante para o sucesso dessa operação. Temos novamente a oportunidade de demonstrar a importância e o valor de nossa marca, consumindo os produtos com transmissão de jogos do Palmeiras”.

Veja mais em:https://globoesporte.globo.com/futebol/times/palmeiras/noticia/globo-palmeiras-acordo-transmissao-brasileirao.ghtml

Em conferência, EUA apoiam entrada do Brasil na OCDE

Os Estados Unidos declararam, nesta terça-feira (23), apoio oficial à entrada do Brasil na Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) , de acordo com uma publicação da Embaixada dos EUA no Twitter. A declaração de apoio foi feita durante a conferência ministerial da organização em Paris.

O presidente americano, Donald Trump, já havia anunciado, durante encontro com o presidenteJair Bolsonaro há dois meses, que apoiaria a entrada do Brasil na organização – desde que o país retirasse o tratamento especial na Organização Mundial do Comércio, a OMC.

Pelo acordo, o Brasil iria abdicar de uma condição de tratamento diferenciado nos acordos comerciais internacionais em troca do apoio norte-americano.

Desde então, representantes do governo dos EUA teriam respondido de maneira dúbia se iriam, de fato, se posicionar a favor do Brasil na conferência ministerial que acontece nesta quinta (23), de acordo com o jornal “Valor Econômico”.

O ministro Ernesto Araújo, de Relações Exteriores participa, em Paris, da reunião ministerial do conselho da OCDE nesta quinta (23).

Desde 2007, o Brasil é parceiro-chave da organização, mas não um membro. Em 2017, o país pediu formalmente para participar da OCDE, e aguarda uma resposta.

A OCDE é apelidada de “clube dos ricos”, e ingressar nela seria uma sinalização de que o país cumpre uma série de medidas econômicas ligadas à inflação e ao controle fiscal.

A principal vantagem apontada por especialistas é que, se o país fizer parte da organização, conseguirá atrair investidores do mundo inteiro.

Veja mais em:https://g1.globo.com/mundo/noticia/2019/05/23/em-reuniao-eua-apoiam-entrada-de-brasil-na-ocde.ghtml

Com alta real de 1,28%, arrecadação tem melhor mês de abril em 5 anos

A arrecadação de impostos, contribuições e demais receitas federais registrou alta real (descontada a inflação) de 1,28% em abril, na comparação com o mesmo mês do ano passado, para R$ 139,030 bilhões, informou nesta quinta-feira (23) a Secretaria da Receita Federal.

No mesmo período de 2018, a arrecadação somou R$ 137,269 bilhões. Os valores foram corrigidos pela inflação.

De acordo com dados da Receita Federal, este foi o melhor resultado para meses de abril desde 2014 (ou seja, em 5 anos) – quando o resultado havia sido de R$ 140,487 bilhões .

Os números também mostram que a arrecadação vem oscilando. Em março, havia registrado uma queda real de 0,58%. Em fevereiro, havia subido 5,36%, mas, em janeiro, houve uma recuo real de 0,66%. Nos últimos sete meses, a arrecadação recuou em quatro deles – sempre na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Veja mais em:https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/05/23/com-alta-real-de-128percent-arrecadacao-tem-melhor-mes-de-abril-em-5-anos.ghtml

Campeões da energia limpa, Participação de sol e vento na energia elétrica sobe 20 vezes em 10 anos no Brasil;

Em abril deste ano, o país alcançou a marca de 15 mil megawatts (MW) de potência instalada (capacidade de geração) de energia eólica (do vento), o equivalente à usina de Itaipu, segunda maior hidrelétrica do planeta. No mesmo mês, a energia solar também chegou ao seu maior patamar, com pouco mais de 2.000 MW.

Com isso, a energia gerada pelos ventos e pela irradiação solar já representa 10% da matriz elétrica nacional, composta pelo conjunto de fontes disponíveis para a produção de eletricidade. Isso representa uma alta de 20 vezes em relação a dez anos, quando o percentual era de 0,5%, segundo o Anuário Estatístico da Energia Elétrica.

Os bons ventos do Nordeste

O Brasil tem 600 parques eólicos e 7.500 aerogeradores (turbinas eólicas), segundo a Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica). O Nordeste, sozinho, é responsável por cerca de 80% da energia eólica gerada em todo país. O estado líder na produção é o Rio Grande do Norte

Entre os cinco estados que lideram na energia eólica, quatro são do Nordeste:

Rio Grande do Norte: com capacidade de 4.066 MW e 151 usinas

Bahia: com 3.951 MW e 153 usinas

Ceará: com 2.045 MW e 79 parques

Rio Grande do Sul: com 1.832 MW e 80 parques

Piauí: com 1.638 MW e 60 usinas de geração de energia.

”A região Nordeste e algumas localidades do Sul têm ventos fortes, constantes e estáveis, características essenciais para se produzir energia por mais tempo”

Bernardo Folly de Aguiar, superintendente de Projetos de Geração da Empresa de Pesquisa Energética (EPE)

Por causa dos bons ventos brasileiros, o fator de capacidade médio do país (percentual de tempo em que as usinas conseguem gerar eletricidade) foi de 42% em 2018, segundo a ABEEólica. A média mundial gira em torno de 25%.

Radiação solar o ano inteiro

No país, a geração de energia solar é dividida em centralizada (GC), produzida por 2.400 grandes usinas, e distribuída (GD), cuja origem são cerca de 66 mil painéis solares fotovoltaicos implantados em casas, comércios e indústrias, entre outros. Os dados são da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e da Associação Brasileira de Energia Fotovoltaica (Absolar).

Que estados lideram na energia solar?*

Bahia: capacidade de produção de 669,9 MW e 26 empreendimentos

Minas Gerais: com 666 MW e 26 usinas

Piauí: potência instalada de 278,2 MW e nove usinas

São Paulo: com 238,9 KW e 12 empreendimentos

Ceará: com 160,3 KW e oito usinas

* Os números não levam em consideração a geração distribuída, só as grandes usinas.

Cinturão solar

Essas localidades, conforme a 2ª edição do Atlas Brasileiro de Energia Solar, divulgado no ano passado, estão no “Cinturão Solar”, região que vai do Nordeste ao Pantanal, passa pelo norte de Minas Gerais e pega o sul da Bahia e o nordeste de São Paulo.

No Nordeste, por exemplo, a radiação global média é de 5,9 kWh/m², enquanto no Sul é de 5 kWh/m².

Apesar dessa diferença, segundo o presidente do conselho da Absolar, Ronaldo Koloszuk, todo território nacional recebe elevada radiação solar o ano inteiro.

”Para você ter uma ideia, o local menos ensolarado do Brasil está em uma região de Santa Catarina, mas mesmo lá o sol gera mais eletricidade que o melhor sol da Alemanha” . Ronaldo Koloszuk, presidente do conselho da Absolar.

A Alemanha, no entanto, é o quarto maior gerador de energia solar do mundo, com 42 mil MW de potência instalada, 20 vezes a mais que o Brasil.

”Ainda existe uma grande diferença em comparação a outros países porque a energia solar é uma fonte nova no Brasil. Estamos engatinhando ainda”. Ronaldo Koloszuk, da Absolar .

Veja mais em:https://economia.uol.com.br/reportagens-especiais/estados-producao-energia-solar-eolica/index.htm#campeoes-da-energia-limpa

Despacho de bagagem de mão fora do padrão começa em aeroportos de Guarulhos e Salvador

Começa a valer nesta quinta-feira (23) o despacho obrigatório da bagagem de mão fora do padrão nos aeroportos de Guarulhos (SP) e Salvador. Nas últimas duas semanas, os passageiros foram orientados sobre a determinação.

Os aeroportos são os dois últimos dos 15 previstos para adotarem a medida – outros 13 terminais já obrigam ao despacho (veja as regras ao final da reportagem). Nesses terminais, as bagagens que excederem o tamanho permitido devem ser despachadas nos balcões de check-in das companhias aéreas, e estarão sujeitas a cobrança pelo serviço.

Aeroportos com despacho obrigatório de bagagem de mão fora do padrão:

  • Juscelino Kubitschek (Brasilia)
  • Afonso Pena (Curitiba)
  • Viracopos (Campinas)
  • Aluízio Alves (Natal)
  • Confins (Belo Horizonte)
  • Pinto Martins (Fortaleza)
  • Guararapes (Recife)
  • Val-de-Cans (Belém)
  • Santa Genoveva (Goiânia)
  • Salgado Filho (Porto Alegre)
  • Congonhas (São Paulo)
  • Galeão (Rio de Janeiro)
  • Santos Dumont (Rio de Janeiro)
  • Luis Eduardo Magalhães (Salvador)
  • Internacional de São Paulo (Guarulhos)

Tamanho permitido das bagagens

De acordo com a Abear, associação que reúne as aéreas brasileiras, o objetivo da medida é agilizar o fluxo dos clientes nas áreas de embarque e evitar atrasos.

Desde o início da cobrança pelas bagagens despachadas, muitos passageiros têm optado por levar apenas malas de mão – por vezes com dimensões excessivas –, causando transtornos na hora do embarque na aeronave.

Veja mais em:https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/05/23/despacho-de-bagagem-de-mao-fora-do-padrao-comeca-em-aeroportos-de-guarulhos-e-salvador.ghtml

Desistências no Mais Médicos crescem e chegam a 19% das vagas preenchidas após saída de cubanos

Cerca de 19% dos médicos brasileiros que entraram no Mais Médicos desistiram de participar do programa até o mês de maio. Dados obtidos peloG1 junto ao Ministério da Saúde mostram que 1.325 profissionais com registro profissional brasileiro se desligaram do Mais Médicos até agora.

O número de desistências cresceu 25% em relação ao balanço anterior, que indicava 1.052 médicos desistentes nos três primeiros meses do ano.

Após a saída de Cuba do programa, em novembro, um edital foi aberto para preencher as 8.517 vagas deixadas pelos cubanos no Mais Médicos. No total, 7.120 vagas foram preenchidas por médicos formados no Brasil.

Em um novo edital, publicado em dezembro, as 1.397 vagas remanescentes foram oferecidas a médicos brasileiros formados no exterior. O Ministério da Saúde alega que não há desistências nesse grupo: todos concluíram o módulo de acolhimento obrigatório e foram direcionados aos municípios escolhidos durante o edital.

Diversos municípios brasileiros convivem com a ausência de médicos nos serviços de saúde desde a saída dos profissionais cubanos. Na Grande São Paulo, por exemplo, 19 cidades somam 106 vagas ociosaspor conta da saída dos cubanos.

Veja mais em:https://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2019/05/23/desistencias-no-mais-medicos-crescem-e-chegam-a-19percent-das-vagas-preenchidas-apos-saida-de-cubanos.ghtml

Família de brasileiros morta no Chile tinha viajado para comemorar aniversário da filha

A identidade dos seis brasileirosencontrados mortos em um apartamento em Santiago, no Chile, nesta quarta-feira (22), foi informada nesta quinta por uma parente e advogado da família. Cinco das vítimas eram catarinenses e uma, goiana. A polícia ainda não confirmou oficialmente os nomes.

Bombeiros chilenos suspeitam que um vazamento de gás tenha causado as mortes. O prédio, no Centro da capital chilena, foi esvaziado durante as operações.

De acordo com a Polícia Civil de Santa Catarina, a família estava em Santiago para comemorar o aniversário de um dos filhos, Caroline Nascimento de Souza, que completaria 15 anos nesta sexta-feira.

Um casal e os dois filhos adolescentes moravam em Biguaçu, na Grande Florianópolis. O segundo casal, formado pelo irmão e a cunhada da mãe da primeira família, morava em Hortolândia, no interior de São Paulo.

As vítimas eram:

  • Fabiano de Souza, 41 anos (pai dos adolescentes e marido de Débora)
  • Débora Muniz Nascimento de Souza, 38 anos (mãe dos adolescentes e mulher de Fabiano)
  • Caroline Nascimento de Souza, que completaria 15 anos nesta semana (filha de Fabiano e Débora)
  • Felipe Nascimento de Souza, 13 anos (filho de Fabiano e Débora)
  • Jonathas Nascimento Krueger, 30 anos (catarinense irmão de Débora e marido de Adriane, que residia em Hortolândia)
  • Adriane Krueger (goiana mulher de Jonathas e morava em Hortolândia)

As informações foram repassadas por Noemi Fortunato Nascimento, prima de Jonathas e Débora. A família busca doação de recursos para a viagem.

“O irmão da Drica está indo hoje para lá. Por enquanto, ainda não sabemos como será o translado, estamos aguardando por mais informações”, explica a prima.

Veja mais em:https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2019/05/23/familia-confirma-identidades-dos-brasileiros-encontrados-mortas-no-chile.ghtml

Bolsa Universitária prorroga prazo para a contrapartida, em Goiás

A Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) prorrogou até o dia 14 de junho o prazo para estudantes entreguem a contrapartida do Programa Bolsa Universitária (PBU). Ao todo, 19 mil universitários são atendidos pelo benefício e, segundo a direção da OVG, nem todos iriam conseguir cumprir o prazo final anterior que era até 31 de maio.

Segundo a assessoria de imprensa da OVG, a organização decidiu aumentar o período porque os bancos de sangue não estão conseguindo atender a demanda de bolsistas. A doação de sangue faz parte de uma das contrapartidas de alguns dos estudantes para seguir com o benefício.

“Com a prorrogação, as organizações parceiras do Programa também terão mais tempo para se adaptar ao novo sistema de lançamento dos pontos de contrapartida, o que vem provocando um atraso no processo”, diz a nota enviada.

A Bolsa Universitária é destinada a alunos matriculados em 85 faculdades particulares de Goiás. De acordo com a OVG, o programa já atingiu 187 mil estudantes beneficiados desde sua criação, em 1999.

Os bolsistas podem atuar em uma das 1320 organizações parceiras, cumprindo jornada compatível com seus horários na faculdade ou no emprego.

Ainda segundo a assessoria, em julho acontece a renovação do benefício e, além de comprovar se ainda se enquadra nos critérios para seguir como bolsista, o aluno tem ter cumprido a sua contrapartida.

Veja mais em:https://g1.globo.com/go/goias/noticia/2019/05/22/bolsa-universitaria-prorroga-prazo-para-a-contrapartida-em-goias.ghtml

Goiás é o 3º estado com maior número de apreensões de cigarros contrabandeados neste ano, diz PRF

O número de apreensões cargas de cigarros contrabandeados em Goiás cresceu, neste ano, quase 400%. Este dado, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), colocou o estado em terceiro lugar no ranking deste quesito, atrás apenas de Paraná e Mato Grosso do Sul. Por conta disso, o pátio da Receita Federal, em Senador Canedo, Região Metropolitana de Goiânia, está lotado com 80 veículos à espera de um destino.

“Goiás passa a ser uma rota aí preocupante, mas que as policias e a receita estão atentas. Já são cargas que seguem pro norte e nordeste do país”, explica Newton Morais, assessor de comunicação da PRF em Goiás.

No primeiro quadrimestre deste ano, segundo a PRF, quase cinco milhões de maços foram interceptados somente nas rodovias federais que passam por Goiás. A corporação já encontrou a mercadoria em caminhões de verduras, escondido em meio a grãos de soja ou em um compartimento secreto de um caminhão-tanque que levava óleo vegetal.

Ao menos metade dos caminhões apreendidos foi roubada e teve a numeração raspada ou as placas trocadas, o que dificulta a identificação dos verdadeiros donos. Algumas carretas chegam a custar até R$ 800 mil.

Quando o veículo é proveniente de furto e o dono é identificado, ele é entregue, via trâmite judicial.

“Se nós chegamos à conclusão de que é um veículo proveniente de furto, de roubo, o veículo é encaminhado à autoridade judiciária para que ele seja entregue ao dono legítimo através do processo legal”, explica o auditor da Receita Paulo Koenow.

Porém, se ficar comprovado que o proprietário tem participação em crime ou não foi encontrado, o veículo pode ser leiloado ou virar sucata.

No ano passado, mais de 270 milhões de maços foram apreendidos em todo o país. A Receita Federal estima um prejuízo de mais de R$ 2 bilhões somente em impostos que deixaram de ser arrecadados.

“A gente não tem que enxergar isso só como um contrabando, tem outros crimes conexos. [Os impostos] poderiam ser aplicados em saúde, em segurança, em educação e outras finalidades”, afirma o auditor fiscal da Receita, Guilherme Renovato.

Veja mais em:https://g1.globo.com/go/goias/noticia/2019/05/23/goias-e-o-3o-estado-com-maior-numero-de-apreensoes-cigarros-contrabandeados-neste-ano-diz-prf.ghtml