Todos os posts de Thiago Magalhaes

Termina na 6ª feira saque do abono do PIS; veja se tem direito a até R$ 998

Termina nesta sexta-feira (28) o prazo para sacar o abono salarial do PIS/Pasep para quem trabalhou em 2017. O valor varia de R$ 84 a R$ 998, de acordo com o tempo trabalhado naquele ano. Quem não fizer o saque perderá o direito ao benefício.

Até terça (25), mais de 2,2 milhões de pessoas que têm direito ainda não haviam sacado o dinheiro, de acordo com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho.

Saiba quem tem direito a sacar o abono em: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/06/27/saque-do-abono-do-pis-prazo-final-28-de-junho.amp.htm

Segunda Turma do STF decide julgar se Moro foi parcial com Lula

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu julgar na sessão desta terça-feira, 25, o habeas corpus em que a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pede que seja declarada a parcialidade do ex-juiz federal e ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, no processo da Operação Lava Jatoreferente ao tríplex do Guarujá. O pedido pode levar à anulação da sentença de Moro no caso e fazer com que o ex-presidente deixe a prisão.

Antes de analisarem se o ex-juiz foi parcial ou não, os ministros do colegiado julgarão outro habeas corpus de Lula, contra uma decisão do relator da Lava Jato no STJ, Felix Fischer. A Segunda Turma do STF é composta pelos ministros Cármen Lúcia, Gilmar Mendes, Celso de Mello, Edson Fachin e Ricardo Lewandowski.

A decisão de analisar a ação movida pelos defensores do petista já nesta terça foi tomada após Gilmar Mendes ter retirado o habeas corpus da pauta, na segunda-feira 24 – a prerrogativa cabe a ele porque o julgamento, iniciado em dezembro, foi interrompido por um pedido de vista de Gilmar, ou seja, o ministro solicitou mais tempo para estudar o assunto. Se a retirada de pauta se mantivesse, o caso só seria analisado em agosto, após o recesso do Judiciário.

Saiba mais em: https://veja.abril.com.br/politica/segunda-turma-do-stf-decide-julgar-se-moro-foi-parcial-com-lula/amp/

Bolsonaro diz que há 99% de chance de F-1 ir para o Rio

Após reunião no Palácio do Planalto com o comando da categoria, o presidente disse que a transferência para o Rio de Janeiro é uma forma de o evento esportivo não deixar o país.

O contrato com São Paulo vencme em 2020, e o diretor-geral da F-1, Chase Carey, tem negociado com os governadores Wilson Witzel (Rio de Janeiro) e João Doria (São Paulo).

“Nós não perderemos a Fórmula 1. O contrato vence ano que vem, e eles resolveram realizá-la no Rio de Janeiro. Fora isso, seria a saída do Brasil. É praticamente 99% a chance de termos a Fórmula 1 a partir de 2021 no Rio de Janeiro”, disse Bolsonaro.

Saiba mais em:https://www.emaisgoias.com.br/bolsonaro-diz-que-ha-99-de-chance-de-f-1-ir-para-o-rio/

Moro publica mensagem em latim e internautas ‘esbanjam cultura’.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, brindou os internautas com um pouco de seu repertório cultural neste domingo (23). Horas após a divulgação de novas mensagens trocadas por ele e integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato , o ex-juiz recorreu ao Twitter para citar o poeta romano Horácio (65 a.C. – 8 a.C.). “Um pouco de cultura. Do latim, direto de Horácio, parturiunt montes, nascetur ridiculus mus “, escreveu o ministro.

A mensagem, conforme tradução do ‘ Dicionário de Latim ‘, significa “As montanhas partejam, nascerá um ridículo rato” e foi dita por Horácio numa crítica ao grande espalhafato de um empreendimento que fracassa na execução – o que, no atual contexto, pode ser interpretado como um recado de desdém de Sergio Moro às revelações feitas pelo jornal Folha de S.Paulo.

Saiba mais em:https://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2019-06-23/tweet-de-sergio-moro-em-latim-inspira-memes-na-internet.html

Mais de 400 pilotos assinam ação coletiva contra Boeing por ter ocultado ‘falhas de projeção’

O principal demandante, conhecido como Piloto X, desejou manter o anonimato por “temer represálias por parte da Boeing e descriminação por parte dos clientes da Boeing”.

A ação coletiva, que foi apresentada na sexta-feira (21), reclama uma indenização para mais de 400 pilotos da companhia aérea, alegando que a Boeing “se empenhou em um encobrimento sem precedentes das conhecidas deficiências de concepção do MAX que, como esperado, provocou as catástrofes de dois aviões MAX e a subsequente imobilização dos aviões deste modelo em todo o mundo”, informa portal australiano ABC.

Pilotos continuam sendo afetados por prejuízos econômicos e não só

Na demanda, que será examinada em outubro próximo no tribunal de Chicago, os pilotos afirmam que continuam sendo afetados por uma perda significativa de salários, entre outros prejuízos econômicos e não só, por a frota global de aviões 737 MAX ter ficado em terra.

Saiba mais em:https://br.sputniknews.com/amp/americas/2019062314101942-mais-de-400-pilotos-assinam-acao-coletiva-contra-boeing-por-ter-ocultado-falhas-de-projecao/

Fies: inscrição começa na próxima terça-feira, 25 de junho

inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para o Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies) abrem na próxima terça feira (25/6) e encerram no dia 1º de julho. Para se inscrever, o interessado deve acessar o site do Fies.

Para participar, o interessado deve ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir do 2010. E tenha obtido nas provas uma média igual ou superior a 450 pontos. Além disso, é preciso ter tirado nota acima de zero na redação.

Quem pode fazer a inscrição no Fies

Para participar do Fies, é preciso ter renda familiar mensal bruta per capta de, no máximo, três salários mínimos por pessoa e estar matriculado em um curso superior cadastrado no programa e que seja reconhecido pelo Ministério da Educação. Candidatos inadimplentes com o programa ou que já tenham sido contemplados anteriormente não podem participar.

Saiba mais em: https://diaonline.com.br/2019/06/22/fies-inscricao-comeca-na-proxima-terca-feira-25-de-junho/?utm_source=Suelen+Mota&utm_campaign=diaonline-author

‘Dificilmente teremos concursos no Brasil nos próximos poucos anos’, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro informou neste sábado que o ministro da Economia, Paulo Guedes, decidiu reduzir concursos públicos a poucas áreas, e citou que as exceções são para Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal. O motivo seria falta de verba. “Fora isso, dificilmente teremos concursos no Brasil nos próximos poucos anos”, afirmou o presidente a jornalistas.

Na manhã de ontem, o presidente saiu do Palácio da Alvorada rumo ao prédio médico na área do Palácio do Planalto, onde fez exames antes de sua viagem ao Japão, para encontro do G-20, na próxima semana.

O presidente Jair Bolsonaro também criticou projeto de lei na Câmara que transfere a parlamentares o poder de indicar integrantes de agências reguladoras. Segundo ele, a medida vai transformá-lo em uma “Rainha da Inglaterra”, que reina, mas não governa.

Saiba mais em:https://www.emaisgoias.com.br/dificilmente-teremos-concursos-no-brasil-nos-proximos-poucos-anos-diz-bolsonaro/

Rotam apreende 200 kg de maconha e 90 mil carteiras de cigarro, em Trindade

Neste sábado (22), uma equipe da Rondas Ostensivas Metropolitanas (Rotam) foi recebida a tiros por um homem que guardava um grande carregamento de maconha e cigarros contrabandeados, no Setor Maysa II, em Trindade, Região Metropolitana de Goiânia. Segundo informações da Polícia Militar (PM), o suspeito morreu após troca de tiros com a polícia.

Ainda conforme a corporação, no local foram apreendidos cerca de 200 kg de maconha distribuídos em 250 tabletes da droga e 90 mil carteiras de cigarro. Os militares chegaram até o endereço através de uma denúncia anônima informando o paradeiro de um suposto traficante armado.

O homem, que não teve a identidade divulgada, chegou a ser socorrido com vida e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Cristina, em Trindade. Contudo, o suspeito não resistiu e foi a óbito.

Saiba mais em: https://www.emaisgoias.com.br/rotam-apreende-200-kg-de-maconha-e-90-mil-carteiras-de-cigarro-em-trindade/

OAB pede no STF suspensão de congelamento de verbas de universidades

O Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) entrou com uma ação no STF (Supremo Tribunal Federal) pedindo a suspensão imediata dos congelamentos de verbas de universidades públicas anunciados pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub. Para a OAB, os congelamentos ferem a autonomia universitária e causaram um “caos no sistema educacional”.

No final de abril, Abraham afirmou que cortaria verba de universidades que, em suas palavras, estivessem promovendo “balbúrdia” em seus campi. Posteriormente, o governo anunciou que o congelamento seria linear e atingiria todas as universidades.

Estima-se que o congelamento seja de R$ 2 bilhões, referentes às despesas discricionárias, ou seja, aquelas sobre as quais as universidades têm alguma margem de controle. Eles não incluem salários do corpo docente e dos demais servidores efetivos, por exemplo.

Saiba mais em:https://www.emaisgoias.com.br/oab-pede-no-stf-suspensao-de-congelamento-de-verbas-de-universidades/

Prefeitura confirma seis pessoas desaparecidas após naufrágio de barco no interior do Amazonas

O barco que naufragou no interior do Amazonas, na noite da quarta-feira (19), tinha 97 passageiros. Destes, seis estão desaparecidos, segundo a Prefeitura de Carauari. A embarcação, que saiu de Manaus, naugrafou no Rio Juruá a caminho do município.

Em nota, a prefeitura da cidade contabilizou o número de vítimas já identificadas. Por enquanto, ainda segundo a prefeitura, estão desaparecidos um rapaz, uma senhora e uma mulher com seus dois filhos. A sexta vítima citada ainda não foi identificada. Todos os outros passageiros foram resgatados sem ferimentos e com vida.

Embarcação com 97 pessoas naufragou no Rio Juruá, no Amazonas — Foto: Ronilson Campelo/Arquivo PessoalEmbarcação com 97 pessoas naufragou no Rio Juruá, no Amazonas — Foto: Ronilson Campelo/Arquivo Pessoal

Embarcação com 97 pessoas naufragou no Rio Juruá, no Amazonas — Foto: Ronilson Campelo/Arquivo Pessoal

O Barco Cidade de Carauari naufragou nas proximidades da comunidade do Bacaba. O município fica a 788 km de distância de Manaus. São aproximadamente três horas de distância entre a sede da cidade e o local onde o houve o naufrágio, em região remota do Rio Juruá.

Uma equipe com quatro mergulhadores do Corpo de Bombeiros, na manhã desta sexta-feira (21), sai de Manaus rumo a Carauari. De lá o grupo vai seguir para a região do naufrágio.

Além dos Bombeiros e Marinha, equipes da Prefeitura de Carauari, Defesa Civil e Secretaria de Saúde fazem buscas na região.

Segundo prefeitura, seis pessoas estão desaparecidas  — Foto: Ronilson Campelo/Arquivo PessoalSegundo prefeitura, seis pessoas estão desaparecidas  — Foto: Ronilson Campelo/Arquivo Pessoal

Segundo prefeitura, seis pessoas estão desaparecidas — Foto: Ronilson Campelo/Arquivo Pessoal

Em nota, o Comando do 9° Distrito Naval informou que direcionou uma aeronave do 3° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral ao local para apoiar os trabalhos de busca e salvamento.

Um inquérito será instaurado para apurar as causas, circunstâncias e possíveis responsabilidades pelo acidente. De acordo com informações repassadas pela prefeitura, a administração municipal também encaminhou ao local do naufrágio equipes para auxiliarem no socorro e uma Unidade Básica de Saúde fluvial.

    Veja também

    Bom Dia Rio

    Polícia resgata menina de 5 anos que foi sequestrada em Anchieta

    A criança foi sequestrada na sexta-feira da semana passada.

    20 de jun de 2019 às 06:03

    Próximo
    Comentários