A ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia falou em seminário realizado na Fundação Getúlio Vargas (FGV), nesta segunda-feira, 12, no Rio de Janeiro, sobre o preconceito que sofreu ao longo da vida e da carreira ser mulher. A ministra

debateu com os alunos sobre a importância de discutir temas que aflingem a maioria. Para ela, uma das principais desigualdades no Brasil é a “retratada contra a mulher”.