Arquivo da categoria: Economia

Mais de 400 pilotos assinam ação coletiva contra Boeing por ter ocultado ‘falhas de projeção’

O principal demandante, conhecido como Piloto X, desejou manter o anonimato por “temer represálias por parte da Boeing e descriminação por parte dos clientes da Boeing”.

A ação coletiva, que foi apresentada na sexta-feira (21), reclama uma indenização para mais de 400 pilotos da companhia aérea, alegando que a Boeing “se empenhou em um encobrimento sem precedentes das conhecidas deficiências de concepção do MAX que, como esperado, provocou as catástrofes de dois aviões MAX e a subsequente imobilização dos aviões deste modelo em todo o mundo”, informa portal australiano ABC.

Pilotos continuam sendo afetados por prejuízos econômicos e não só

Na demanda, que será examinada em outubro próximo no tribunal de Chicago, os pilotos afirmam que continuam sendo afetados por uma perda significativa de salários, entre outros prejuízos econômicos e não só, por a frota global de aviões 737 MAX ter ficado em terra.

Saiba mais em:https://br.sputniknews.com/amp/americas/2019062314101942-mais-de-400-pilotos-assinam-acao-coletiva-contra-boeing-por-ter-ocultado-falhas-de-projecao/

‘Dificilmente teremos concursos no Brasil nos próximos poucos anos’, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro informou neste sábado que o ministro da Economia, Paulo Guedes, decidiu reduzir concursos públicos a poucas áreas, e citou que as exceções são para Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal. O motivo seria falta de verba. “Fora isso, dificilmente teremos concursos no Brasil nos próximos poucos anos”, afirmou o presidente a jornalistas.

Na manhã de ontem, o presidente saiu do Palácio da Alvorada rumo ao prédio médico na área do Palácio do Planalto, onde fez exames antes de sua viagem ao Japão, para encontro do G-20, na próxima semana.

O presidente Jair Bolsonaro também criticou projeto de lei na Câmara que transfere a parlamentares o poder de indicar integrantes de agências reguladoras. Segundo ele, a medida vai transformá-lo em uma “Rainha da Inglaterra”, que reina, mas não governa.

Saiba mais em:https://www.emaisgoias.com.br/dificilmente-teremos-concursos-no-brasil-nos-proximos-poucos-anos-diz-bolsonaro/

Bolsonaro diz que “não tem problema” se votação da Previdência atrasar

hoje que não vê problema se a votação da reforma da Previdência atrasar em uma semana, na comissão especial. O colegiado em que a proposta tramita pode enfrentar dificuldades de ter quorum na semana que vem. Isso em razão das festas juninas, o que atrai os deputados de volta às suas bases eleitorais.
“Pela minha experiência de parlamentar, temos festa junina [nessas semanas]. O parlamentar fica requisitado. Se atrasar mais uma semana, não tem problema, não. Toca o barco”.

A proposta é prioritária do governo Bolsonaro, mas líderes do parlamento criticam a falta de empenho do governo para conseguir apoio e votos à medida. Para ser aprovada, a PEC exige ao menos 308 votos favoráveis dos 513 deputados.

Veja mais em: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/06/21/bolsonaro-atraso-reforma-previdencia.htm

Mercado não se preocupa com possibilidade de Lula ser solto, segundo Forbes.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é visto por investidores internacionais como uma “notícia velha” na política brasileira, e um possível movimento para soltá-lo após os vazamentos envolvendo o ex-juiz Sergio Moro não cria tensão no mercado financeiro, diz uma reportagem publicada no site da revista de economia Forbes. “O mercado não está preocupado com o aumento da força do movimento ‘Lula livre”‘, diz a revista. Segundo a publicação, investidores dizem que a avaliação que fazem do Brasil não depende mais da situação do ex-presidente. Parte da explicação para isso, diz o texto, é que ainda há outros casos de corrupção contra Lula que devem ser julgados no futuro.

Saiba mais em:https://brasilianismo.blogosfera.uol.com.br/2019/06/21/mercado-nao-se-preocupa-com-possibilidade-de-lula-ser-solto-segundo-forbes/

“Jato militar é primeira aposta da Embraer depois da Boeing Brasil”

O “primeiro produto militar da Embraer Defesa e Segurança (EDS) lançado depois da criação da Boeing Brasil Commercial, empresa resultante da compra da divisão comercial da Embraer pelo grupo dos Estados Unidos, foi apresentado nesta terça-feira, em Paris, no Salão Aeronáutico de Le Bourget: é um jato militar.

O P600 AEW, jato de alerta antecipado e inteligência, é um avião compacto com alcance na faixa de 7,5 mil km. Será montado sobre a plataforma do biorreator executivo Praetor 600, de 12 lugares, mostrado ao mercado de aeronaves corporativas há sete meses.

“O avião pode dar uma posição de destaque à Embraer no segmento de defesa. Ao lado do avião multiuso KC-390 pode ser uma linha importante de receita para a empresa.”

Daniel Herrera, analista da Toro Investimentos.”

Leia mais em:

https://www.gazetadopovo.com.br/economia/jato-militar-aposta-embraer/

Governo anuncia Plano Safra com R$ 225 bilhões para pequenos, médios e grandes produtores

O governo anunciou nesta terça-feira (18), durante cerimônia no Palácio do Planalto, a liberação de R$ 225,59 bilhões em financiamentos por meio do Plano Safra 2019/2020 para os pequenos, médios e grandes produtores.

O valor é pouco acima dos R$ 225,3 bilhões anunciados na safra passada. A liberação dos recursos do plano agrícola começará em julho e seguirá até junho do ano que vem.

O valor total do plano deste ano será distribuído da seguinte maneira:

  • R$ 169,33 bilhões para o custeio, comercialização e industrialização;
  • R$ 53,41 bilhões para investimentos;
  • R$ 1 bilhão para seguro rural;
  • R$ 1,85 bilhão para apoio à comercialização.

O Ministério da Agricultura informou que as taxas de juros, para custeio, comercialização e industrialização, serão de:

  • 3% e 4,6% ao ano para pequenos produtores, participantes do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).
  • 6% ao ano para os médios produtores;
  • 8% para os grandes produtores.

Nas linhas destinadas a investimentos, os juros cobrados variarão de 3% a 10,5% ao ano.

Saiba mais em: https://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2019/06/18/governo-anuncia-r-225-bilhoes-em-credito-para-pequenos-medios-e-grandes-produtores.ghtml

Boeing em crise, Airbus tensa. Paris AirShow começa sob questionamentos

Preocupações com segurança, guerras comerciais e aumento das tensões com segurança no Golfo estão enfraquecendo os espíritos dos maiores fabricantes de aviões do mundo enquanto chegam no Paris Airshow desta semana, com pouco a celebrar apesar de crescentes encomendas. O evento de destaque da indústria aeroespacial é uma chance de entender as expectativas da indústria de aeronaves comerciais de 150 bilhões de dólares por ano, a qual muitos analistas acreditam estar entrando em uma desaceleração devido à pressões globais de tensões comerciais à economias debilitadas.

Afetada pela suspensão do seu 737 MAX após dois acidentes fatais, a fabricante de aviões norte-americana Boeing tentará tranquilizar clientes e fornecedores sobre o futuro do avião e acalmar as críticas à forma como lidou com a crise que durou meses. A crise com a última versão do jato mais vendido do mundo abalou os fornecedores e até abalou a rival Airbus, com a empresa europeia evitando a isca tradicional da Boeing, enquanto permanece distraída com sua própria investigação sobre corrupção.

Saiba mais em:

https://www.istoedinheiro.com.br/boeing-em-crise-airbus-tensa-paris-airshow-comeca-sob-questionamentos/

Caminhão da Serasa chega a Goiânia oferecendo serviços de graça e educação financeira

A Serasa tem um caminhão estacionado na Praça Cívica, no centro de Goiânia, para fazer atendimentos gratuitos aos consumidores. Segundo a empresa de análise de crédito, 542.489 goianienses estão inadimplentes. A partir desta terça-feira (4) às 8h, serão ofertados serviços de consulta de CPF, análise de empréstimos e renegociação de dívidas. Veja o serviço completo no fim da reportagem.

Além desses serviços de graça, o caminhão também quer contribuir com a educação financeira dos estudantes de Goiânia. A empresa se propõe também a capacitar alguns professores da rede pública sobre educação financeira para repassar esse conhecimento aos alunos.

Segundo a Serasa, no ano passado foram 1,5 mil docentes capacitados em todo o Brasil, que serão acompanhados na caravana deste ano para saber como anda esse serviço.

Entenda alguns dos serviços disponíveis no caminhão:

  • Consulta de socre: o consumidor pode ver qual a sua “pontuação” para receber empréstimos, chamada de score. De acordo com a empresa, é uma ferramenta para “análise de risco de crédito de consumidores no Brasil e em outros países”;
  • Consulta de CPF: esse serviço permite que o consumidor saiba se está com alguma dívida em aberto com alguma empresa;
  • Empréstimos: no caminhão, o consumidor pode simular e pegar empréstimos intermediados pela empresa;
  • Negociações de dívidas: quem estiver inadimplente pode tentar renegociar o valor que deve para facilitar o pagamento e “limpar o nome”, podendo sair com boleto de pagamento para já quitar o saldo devedor.
Caminhão Itinerante do Serasa Consumidor

Data: de terça (4) até sábado (8)
Horário: das 8h às 18h
Local: Praça Cívica Setor Central (Praça Dr. Pedro Ludovico Teixeira – St. Central, Goiânia – GO, 74083-010)

Fonte: (G1)

Bandeira tarifária das contas de luz em junho será verde

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou ontem (31) que a bandeira tarifária para junho de 2019 será a verde, sem cobrança extra nas contas de luz. Em maio, foi acionada a bandeira amarela, com acréscimo de R$ 1 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

A Aneel disse que, embora junho seja um mês típico da estação seca nas principais bacias hidrográficas do país, “a previsão hidrológica para o mês superou as expectativas, indicando tendência de vazões acima da média histórica para o período” e que, por isso, o cenário foi favorável para a retirada da cobrança extra nas contas de luz.

O cálculo para acionamento das bandeiras tarifárias leva em conta, principalmente, dois fatores: o risco hidrológico e o preço da energia. Segundo a agência, o cenário favorável reduziu o preço da energia para o seu patamar mínimo, o que “diminui os custos relacionados ao risco hidrológico e à geração de energia de fontes termelétricas”, possibilitando a manutenção dos níveis dos principais reservatórios próximos à referência atual.

Saiba mais em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2019-05/bandeira-tarifaria-das-contas-de-luz-em-junho-sera-verde

(Fonte: Agência Brasil)

Petrobras vai reduzir preço do diesel e da gasolina nas refinarias a partir de sábado

A Petrobras informou na noite desta sexta-feira (31) que vai reduzir o preço médio dos combustíveis nas suas refinarias a partir de sábado (1). O valor médio do litro do diesel vai ficar 6% menor e passará a ser vendido a R$ 2,1664. O preço da gasolina vai cair 7,16%, para R$ 1,8144.

A última alteração no preço médio da gasolina foi feita na semana passada, quando a Petrobras reduziu o valor do combustível em 4,4%. O diesel não sofria mudanças desde 3 de maio.

Petrobras decide sobre os preços dos combustíveis com base em fatores como a cotação internacional do petróleo e o câmbio, mas uma sistemática em vigor desde setembro prevê o uso de operações de hedge para permitir um espaçamento maior entre os reajustes.

Em maio, por exemplo, o preço do petróleo do tipo Brent registrou perda de 11%, enquanto o barril nos Estados Unidos recuou 16% no mês. Foi a maior queda mensal de ambos desde novembro, de acordo com a agência Reuters. Já o dólar encerrou a sexta-feira cotado a R$ 3,9247 e acumulou queda de 2,25% na semana.

O anúncio da redução do preço médio dos combustíveis consta no site da estatal, mas também foi anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais. Em abril, governo se envolveu numa polêmica depois que a Petrobras desistiu de aumentar o preço do diesel nas refinarias.

Saiba mais em: https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/05/31/petrobras-vai-reduzir-preco-do-diesel-e-da-gasolina-nas-refinarias-a-partir-de-sabado.ghtml

(Fonte: G1)