Comissão de Arbitragem da FGF admite pênaltis não marcados contra Atlético e Goiás na rodada

A décima rodada do Campeonato Goiano teve algumas polêmicas, sendo as principais nas partidas Atlético 2 x 1 Itumbiara e Novo Horizonte 1 x 1 Goiás. Em entrevista exclusiva à Rádio Sagres 730, Júlio César Mota, presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Goiana de Futebol (FGF) comentou as reclamações de pênaltis não marcados aos times do interior, ressaltando que não considera como determinantes nos placares. “Importante ressaltar que entendemos que não há interferência no resultado, porque não há garantia da conversão do pênalti”.

Mota admitiu que o árbitro Elmo Resende errou ao não marcar pênalti do atacante Pedro Raul, do Dragão, sobre Lucena, do Gigante do Vale, nos acréscimos da partida. “Nós, da Comissão, conversamos bastante e, por mais que o puxão tenha sido sutil, foi suficiente para caracterizar a falta e, como foi dentro da área, foi um tiro penal não marcado. O árbitro estava bem colocado e entendeu que o puxão foi mais sutil do que o necessário para caracterizar a falta. Então, entendemos que houve um equivoco nesse ponto. A reclamação é procedente”.

Saiba mais em: http://sagresonline.com.br/esportes/futebol-goiano/90438-presidente-da-comissao-de-arbitragem-da-fgf-admite-penaltis-nao-marcados-contra-atletico-e-goias-na-rodada

(Fonte: Sagres)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: