Dois moradores de rua morrem durante o final de semana em Anápolis; IML descarta hipotermia

O Instituto Médico Legal (IML) de Anápolis descartou a possibilidade hipotermia nos casos dos moradores de rua encontrados mortos durante o final de semana, em Anápolis, na região Central de Goiás. Como a morte foi natural, a causa é investigada pelo Serviço de Verificação de Óbito (SVO). Contudo, os exames macroscópicos constataram as causas básica sendo cirrose hepática e infarto. O Laudo completo deve ficar pronto em 30 dias.

Os moradores de rua foram encontrados mortos na manhã de sábado (6) e domingo (7), nos bairros JK e Maracanã, respectivamente. Os cadáveres foram encontrados sem sinais de agressões e agasalhados. Contudo, como a temperatura na cidade chegou aos 7 graus neste final de semana, os médicos não descartaram a possibilidade de hipotermia.

De acordo com a Secretária de Desenvolvimento Social de Anápolis, Eerizânia de Freitas Lobo, a pasta tem realizado ações juntamente com a Secretaria de Esportes para atender os moradores em situação de rua. “A ação já é desenvolvida desde 2017, mas no período de frio nós intensificados. Então nós oferecemos alojamentos para os moradores de rua no Ginásio Internacional Newnton de Faria para que eles possam passar a noite, tomar banho quente, dormir em camas com colchões, lençóis, travesseiros e cobertores. Os abrigados também vão receber comida”, explica a secretária.

Saiba mais em:https://www.emaisgoias.com.br/dois-moradores-de-rua-morrem-durante-o-final-de-semana-em-anapolis-iml-descarta-hipotermia/

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: