Encontro de Mulheres Negras 30 anos acontece em Goiânia com os temas racismo e violência

 

31cba190-243e-4781-868f-40a506f8e49fEncontro Nacional de Mulheres Negras 30 anos: Contra o Racismo e a Violência e Pelo Bem Viver – Mulheres Negras Movem o Brasil, de 6 a 9 de dezembro, na capital do estado de Goiás. O evento vai reunir mulheres negras ativistas brasileiras na capital goiana.

Será um encontro histórico. Um momento para celebrar e avaliar os 30 anos do primeiro encontro nacional, que aconteceu em 1988, um marco no empoderamento das mulheres negras. Desde março deste ano, as ativistas estão realizando encontros nos seus estados e refletindo sobre como estão os seus direitos nos lugares onde vivem e em todo o país.

O enfrentamento das violências urbanas, a garantia de direitos sexuais e reprodutivos, o embate ao epistemicídio acadêmico são tópicos propostos pelas lideranças das cinco regiões do Brasil para o Encontro de Goiânia. O acirramento do racismo, o aprofundamento das desigualdades e a concentração de riquezas, feminicídio de mulheres negras, assassinato de jovens negros e negras, encarceramento e precarização do trabalho, todas essas questões, agravadas nos últimos três anos pela ação de correntes antidemocráticas no país, serão temas do debate também.

Além disso, contará com a presença da filósofa Angela Davis que alcançou notoriedade mundial na década de 1970 como integrante do Partido Comunista dos Estados Unidos, dos Panteras Negras, por sua militância pelos direitos das mulheres e contra a discriminação social e racial nos Estados Unidos e por ser personagem de um dos mais polêmicos e famosos julgamentos criminais da recente história dos Estados Unidos.

A iniciativa conta com o apoio do fundo de investimento social Elas e da ONU Mulheres Brasil. A campanha de financiamento coletivo tem como mobilizadoras online as defensoras dos direitos das mulheres negras da ONU Mulheres Brasil, Kenia Maria e Taís Araújo, e da embaixadora da ONU Mulheres Brasil, Camila Pitanga.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.