Homem é investigado como terrorista após apunhalar 3 pessoas em Manchester

A polícia do Reino Unido investiga o apunhalamento de três pessoas em uma estação do metrô de Manchester (Inglaterra), durante a noite de fim de ano, como um possível ataque terrorista, pelo qual um jovem de 25 anos foi preso, sob a lei de saúde mental, informaram nesta terça-feira as autoridades locais.

O homem, detido após o incidente, “foi avaliado por pessoal médico especializado e detido sob a lei de saúde mental”, acrescentou a polícia de Manchester.

No entanto, a investigação contra o terrorismo ainda está em andamento, afirmou o comunicado, observando também que não há indícios de participação de outras pessoas no ataque.

Um homem e uma mulher de aproximadamente 50 anos estão internados com ferimentos graves no abdômen e o rosto por causa do incidente, embora não corram risco de morte, enquanto um policial recebeu alta ontem à noite após receber uma punhalada no ombro.

Testemunhas do fato, na estação central de Victoria, afirmaram que o homem gritou palavras de ordem islâmicas, embora as forças de segurança destacaram que mantêm em aberto todas as possibilidades para as motivações do ataque.

A unidade antiterrorista da polícia esteve hoje na casa onde supostamente reside o suspeito, um imóvel em Cheetham Hill, no norte da cidade inglesa.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, expressou nas redes sociais sua solidariedade com “aqueles que foram feridos no suposto ataque terrorista” e agradeceu aos serviços de emergência por sua “resposta corajosa”.

A estação de Victoria faz parte do mesmo complexo onde se encontra o pavilhão da Manchester Arena, onde uma bomba matou, em maio de 2017, 22 pessoas na saída de um show da cantora americana Ariana Grande.

(FONTE: Site EFE)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.