Juiz não acata pedido para bloquear bens de Marconi Perillo e suposto servidor fantasma

A Justiça de Goiás indeferiu nesta quinta-feira (28) o pedido feito pelo Ministério Público Estadual (MPGO) de bloquear bens do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) e de Aluízio Rodrigues. A decisão é do juiz Gustavo Dalul Faria, da 2ª Vara da Fazenda Estadual.

De acordo com ação civil pública por improbidade administrativa proposta ontem pela promotora de Justiça Carmem Lúcia Santana de Freitas, do MPGO, o ex-governador teria contratado Aluízio Rodrigues para o posto de secretário-executivo do Conselho de Gestão da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), cargo que ele jamais exerceu.

Na decisão, o magistrado Gustavo Dalul Faria afirma que a “questão necessita do contraditório e enfrentamento de mérito para formação da convicção do juiz”.

Saiba mais em: http://sagresonline.com.br/noticias/seguranca-e-justica/90149-juiz-nao-acata-pedido-para-bloquear-bens-de-marconi-perillo-e-suposto-servidor-fantasma

(Fonte: Sagres)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: