Mais de 400 pilotos assinam ação coletiva contra Boeing por ter ocultado ‘falhas de projeção’

O principal demandante, conhecido como Piloto X, desejou manter o anonimato por “temer represálias por parte da Boeing e descriminação por parte dos clientes da Boeing”.

A ação coletiva, que foi apresentada na sexta-feira (21), reclama uma indenização para mais de 400 pilotos da companhia aérea, alegando que a Boeing “se empenhou em um encobrimento sem precedentes das conhecidas deficiências de concepção do MAX que, como esperado, provocou as catástrofes de dois aviões MAX e a subsequente imobilização dos aviões deste modelo em todo o mundo”, informa portal australiano ABC.

Pilotos continuam sendo afetados por prejuízos econômicos e não só

Na demanda, que será examinada em outubro próximo no tribunal de Chicago, os pilotos afirmam que continuam sendo afetados por uma perda significativa de salários, entre outros prejuízos econômicos e não só, por a frota global de aviões 737 MAX ter ficado em terra.

Saiba mais em:https://br.sputniknews.com/amp/americas/2019062314101942-mais-de-400-pilotos-assinam-acao-coletiva-contra-boeing-por-ter-ocultado-falhas-de-projecao/

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: