OPERAÇÃO CAPITU: VICE-GOVERNADOR DE MINAS E JOESLEY BASTISTA SÃO PRESOS PELA POLÍCIA FEDERAL

O empresário Joesley Batista, o vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade (MDB) e mais quarto pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira, 9, em uma operação da Polícia Federal que investiga suposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura durante o governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Ao todo, foram 63 mandados de busca e 19 de prisão no Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba e Mato Grosso, um deles contra o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB), que está preso no Paraná.

A Operação Capitu visa combater uma suposta fraude envolvendo doações irregulares por parte de empresa de processamento de proteína animal para diversos políticos e partidos. De acordo com a Receita Federal, duas grandes redes varejistas do Estado de Minas Gerais, por meio de seus controladores e diretores, participaram diretamente do esquema.

As investigações chegaram ainda a um esquema de pagamento de vantagens indevidas a altos dirigentes do Ministério da Agricultura, com a produção de legislação e atos normativos que beneficiavam uma grande empresa no ramo alimentício. As irregularidades podem configurar diversos crimes, como: constituição e participação em organização criminosa, obstrução de justiça, falsificação de documentos, crime contra a ordem tributária, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.

Estima-se que as propinas pagas aos agentes públicos e políticos sejam mais de R$ 22 milhões. O aprofundamento das investigações teve como base as delações premiadas de alguns dos investigados.

Foto: Willian Moreira/Futura Press

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: