Saldo de empregos em Goiás sofre queda no mês de outubro

O estado de Goiás registrou queda no saldo de empregos no mês de outubro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. O levantamento publicado nesta quarta-feira, 21, mostra aponta que 47.058 novos postos foram abertos e houve um total de 50.623 desligamentos. Foram 3.565 postos a menos, uma queda de 0,29% em relação ao mês anterior.

Entre os oito principais setores econômicos, apenas três tiveram saldo positivo, são eles:

  • Serviços Industriais de Utilidade Pública (SIUP), que cresceu 0,45% com a criação de 208 novos postos de trabalho;
  • O Comércio que apresentou um crescimento de 0,20%, com quase 12 mil novos postos
  • E o setor de Serviços com mais de 17 mil novos postos.

Indo na direção contrária, os setores da Indústria de Transformação, Construção Civil, Agropecuária, Extrativa Mineral e Administração Pública, apresentaram uma diminuição significativa.

No Brasil, o mês de outubro fechou com saldo positivo. Foram 57.733 postos de trabalho formais, um acréscimo de 0,15%, em relação ao mês anterior. O aumento no número de empregos foi registrado em seis dos oito setores econômicos, são eles: Comércio, Serviços, Indústria de Transformação, Construção Civil, Extrativa Mineral e Serviços Industriais de Utilidade Pública (SIUP). Na contramão, os setores de Agropecuária e Administração Pública tiveram queda.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: