Técnica em enfermagem confessa sequestro de recém-nascido, diz delegado

Durante depoimento na tarde desta quinta-feira (30), a técnica em enfermagem Elenita Aparecida Lucas Correia confessou à Polícia Civil ter subtraído um recém-nascido da Maternidade Nascer Cidadão, no setor Jardim Curitiba, região Noroeste de Goiânia. Segundo o delegado responsável pelo caso, Wellington Ferreira Lemos, a mulher afirmou que o sequestro não foi planejado e que não recebeu qualquer quantia para entregar a criança a um casal de primos, que teria perdido o filho no sexto mês de gestação.

O bebê nasceu no último sábado (25) e foi disponibilizado para adoção pela mãe no mesmo dia. Na madrugada desta quinta-feira (30), ele foi levado pela técnica em enfermagem que atuava no ambulatório da unidade há cerca de nove meses, e que, agora, deve ter o contrato encerrado. A mulher andou mais de 30 quilômetros com ele no baú de uma motocicleta até deixá-lo na casa de uma tia identificada como Elida Correia Dantas.

À PC, Elenita contou que resolveu “presentear” uma prima que havia perdido o filho ainda na gestação. Comovida com o fato de que a mulher não poderia mais engravidar, a suspeita subtraiu a criança da neonatal da maternidade. Durante o depoimento, a autora afirmou que a atitude foi impensada e que não houve concordância entre a tia e o casal. Apesar disso, conforme Wellington, os envolvidos serão responsabilizados já que permaneceram com a criança por cerca de 8h e não informaram às autoridades competentes, assumindo o risco da subtração.

Ainda de acordo com o delegado, outras três ou quatro testemunhas devem ser ouvidas. A polícia também vai intimar a equipe médica responsável pelo atendimento da criança para prestar esclarecimentos acerca do quadro clínico do recém-nascido. A corporação trabalha para identificar e encontrar a mãe do bebê. A criança deve passar por exame de lesão corporal para verificar se sofreu risco de vida por ter sido transportada no bau da motocicleta.

Segundo a investigação, Elenita pediu às enfermeiras para pegar a criança no colo. Na ocasião, aproveitou a distração das funcionárias, usou um cobertor para fazer volume no berço e levar a o recém-nascido. Uma servidora da maternidade contou à polícia que viu a mulher saindo do local. Ao chegar na cama, percebeu que o bebê já não estava mais lá. Outra testemunha, que acompanhava uma gestante, viu o momento em que a técnica em enfermagem deixou a maternidade carregando uma sacola que parecia estar pesada.

Conforme o delegado, as imagens de câmera de segurança que registraram a saída da mulher e os relatos das testemunhas auxiliaram na resolução do caso. “Em menos de 6h a Polícia Civil conseguiu recuperar o bebê e prender os autores. Nós ainda não sabemos se tem dinheiro envolvido nessa história. Vamos apurar se os relatos da Elenita são verdadeiros, mas de qualquer forma já há indícios suficientes para autuarmos estas quatro pessoas em flagrante”, disse.

Saiba mais em: https://www.emaisgoias.com.br/tecnica-em-enfermagem-confessa-sequestro-de-recem-nascido-diz-delegado/

(Fonte: Mais Goiás)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: